TCE Novembro
Menu
segunda, 29 de novembro de 2021 Campo Grande/MS
CAMARA - vacinaçao
Polícia

Suspeito de tentar matar mulher queimada diz que ‘foi um acidente’

Ele alegou que a esposa colocou fogo no próprio corpo para incriminá-lo

31 outubro 2018 - 09h48Por Anna Gomes

Ricardo Lescano de Oliveira de 44 anos, suspeito de tentar matar a esposa queimada passou por uma audiência de custódia na manhã desta quarta-feira (31). Ele continua preso e durante seu depoimento diz que ‘tudo não passou de um acidente’.

De acordo com o histórico da ocorrência, o crime aconteceu na última segunda-feira (29), na Vila Popular, em Campo Grande. Ricardo e a vítima estavam casados há seis anos e o casal tem uma filha em comum. Conforme os relatos da mulher, ambos teriam discutido e ela foi atacada pelas costas quando fazia almoço para a família.

A vítima, de 33 anos, relatou que Ricardo jogou uma garrafa de álcool contra seu corpo e em seguida, colocou fogo. Ela teve vários ferimentos. As chamas atingiram o braço, as pernas e a barriga da mulher.

Depoimento do suspeito

Durante a audiência, ele disse que teria acontecido ‘um acidente’. A mulher estaria fumando e a lata com álcool estaria na pia. Em determinado momento, ela teria batido na lata que segundo ele, virou contra o corpo da esposa e começou a pegar fogo.

Ao ser preso, ainda na delegacia, Ricardo havia alegado que a própria mulher teria colocado fogo nela mesmo para incriminá-lo. O caso foi registrado como tentativa de feminicídio. A vítima foi socorrida e encaminhada para uma unidade de saúde.