Menu
segunda, 06 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
ALMS - NOVEMBRO
Polícia

Suspeitos de espancar e largar policial algemado em terreno são presos

Intenção dos bandidos era assaltar o policial, mas ele reagiu

06 dezembro 2018 - 09h14Por Da redação / Tribuna PR

Menos de 24 horas depois do crime, dois suspeitos de espancar um investigador da Polícia Civil foram presos pelos policiais do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), nesta quarta-feira (5). A dupla foi encontrada no Bairro Alto, em Curitiba. Segundo o que a polícia descobriu, a intenção dos bandidos era assaltar o policial, mas ele reagiu.

O crime aconteceu na madrugada de terça-feira (4), quando o investigador, que trabalha na Delegacia do Adolescente, estava voltando para a casa. Ele foi abordado por pelo menos dois homens, que anunciaram assalto.

Na ação, que aconteceu na Rua Maria Justina Miranda, no Atuba, em Curitiba, além das agressões, que deixaram o policial muito machucado, os bandidos levaram dele o carro e a arma que portava. O policial foi encaminhado ao Hospital Cajuru, onde precisou de cuidados para que não morresse.

Apesar dos graves ferimentos, o investigador está consciente e disse aos colegas que, mesmo não conhecendo os homens que o agrediram, acreditava ter condições de reconhecer dois deles. A partir daí várias equipes da Polícia Civil, entre elas policiais da própria Delegacia do Adolescente, da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV) e do Cope, passaram a investigar a situação.

Segundo o que os policiais do Cope descobriram, quando a dupla abordou o policial e lhe deu voz de assalto, o investigador reagiu e deu voz de prisão aos dois homens. Como estava sozinho, ele conseguiu algemar um dos assaltantes, mas recebeu um golpe ‘mata leão’ do outro, que o derrubou.

A partir de então, os homens agrediram o policial e o deixaram num terreno baldio, onde foi socorrido. Segundo os policias que passaram a investigar o crime, o investigador foi muito espancado e teve sérios ferimentos, inclusive na cabeça.

As investigações do Cope chegaram até um endereço no Bairro Alto, onde primeiro os policiais acharam o veículo e a carteira funcional do policial. Logo depois, os dois suspeitos foram encontrados e presos. A dupla foi encaminhada à sede do Centro de Operações Policiais Especiais, no Boqueirão. A Polícia Civil deve fornecer mais detalhes sobre a prisão ao longo do dia.