TCE MAIO
(67) 99826-0686
PMCG - Prestação de contas

Trio de travestis estão envolvidos em roubo de jóia

R$ 80 mil

19 FEV 2014
Anna Gomes
12h00min
Foto: Paulo Ribas

Dois irmãos foram apresentados na manhã de hoje (19), pela Deco (Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado), Jeferson da Silva Alves de 19 anos e Marco da Silva Alves, de 21, são suspeitos como responsáveis pelo roubo de uma corrente avaliada em R$ 80 mil, de um pecuarista. O crime é investigado na Capital desde o dia 7 de janeiro.

Segundo o delegado,  os irmãos praticaram o roubo juntamente com o travesti Lexia, Alexsandro Gonçalves da Rocha. Que segundo a polícia, participou no assassinato de Dirceu Rodrigues dos Santos, que era investigador da Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos).

O pecuarista relata que transitava em sua caminhonete, na rua 7 de Setembro, região central de Campo Grande, quando foi roubado pelos suspeitos que fugiram logo em seguida levando R$ 70 reais que estava em sua carteira,  juntamente com a corrente.

Todos os acusados são travestis  e todos garantiram que a joia foi roubada porque o pecuarista negou pagar o valor determinado trio, que seria R$ 100.

Jeferson, Marco e Alexsandro serão indiciados pelos crimes de roubo majorado pelo emprego de arma e concurso de pessoas.

No dia 28 de janeiro, no mesmo dia em que o primeiro suspeito do roubo foi preso, o investigador Dirceu foi morto com um tiro na cabeça, quando investigava o roubo da corrente.

O assassinato aconteceu depois que Dirceu e um comparsa foram até um depósito, no Bairro Jardim Bálsamo, após receberem uma informação de que uma quadrilha estava vendendo joias por um preço muito baixo. Os policiais  foram reconhecidos pelos criminosos. O comparsa de Dirceu foi agredido, mas conseguiu escapar. 

Veja também