Menu
Busca sexta, 29 de maio de 2020
camara municipal
Polícia

Ultramedical lamenta morte de dono em queda de avião

Pedro era um dos sócios do local desde 1994; ele e a esposa morreram carbonizados nesta quarta-feira

15 maio 2019 - 11h06Por Dany Nascimento

O Centro de Diagnósticos Ultramedical emitiu uma nota de pesar sobre o falecimento do ginecologista, Pedro Arnaldo dos Santos, 67 anos, na manhã desta quarta-feira (15), em Campo Grande. Ele era piloto do avião Beechcraft Bonanza, que tinha como passageira a esposa, Silvana Maria Pizzo Crem dos Santos, 67 anos, e caiu após decolar no Aeroporto Santa Maria.

O casal morreu carbonizado durante a queda, próximo do aeroporto.  De acordo com a nota, Pedro era um dos sócios da Ultramedical há 25 anos. “Dr. Pedro era ginecologista, apaixonado pela profissão, era natural de Birigui, interior de São Paulo e também foi diretor clínico da Santa Casa de Campo Grande. O casal deixa três filhas e netos. A diretoria, sócios e colaboradores da Ultramedical se solidarizam com a família e lamentam muito pela perda”, diz a nota.

A aeronave que caiu pertencia à família do empresário desde 2015. Populares que residem próximo do aeroporto contaram que avistaram o avião voando baixo, fazendo círculos e ouviram uma explosão em seguida. A aeronave teria caído de bico no chão e o casal morreu carbonizado.

 

Leia Também

Atriz de 'tapa na pantera' está em estado grave no hospital
Geral
Atriz de 'tapa na pantera' está em estado grave no hospital
AMICÃO viu idoso agonizar ao morrer queimado na região das Moreninhas
Cidades
AMICÃO viu idoso agonizar ao morrer queimado na região das Moreninhas
Vítima de coronavírus vivia em Dourados e deixa três filhos
Interior
Vítima de coronavírus vivia em Dourados e deixa três filhos
Com aprovação geral, barreiras sanitárias na Capital podem se tornar fixas
Cidade Morena
Com aprovação geral, barreiras sanitárias na Capital podem se tornar fixas