Menu
quarta, 30 de setembro de 2020
Polícia

‘Valentão influente’ que bateu em idosa e agrediu PM segue preso

Ele bateu em uma idosa de 82 anos e depois ainda agrediu um policial que precisou passar por uma cirurgia

30 abril 2019 - 10h47Por Anna Gomes

Thiago Vegas Freitas, 33 anos, suspeito de agredir uma idosa de 82 anos e, em seguida, também machucar um policial, passou por uma audiência de custódia e continua preso. As agressões aconteceram no Jardim Vida Nova, em Campo Grande.

De acordo com a assessoria de imprensa do Fórum da Capital, ele preferiu não falar durante seu depoimento que aconteceu nesta segunda-feira (29).

Segundo o histórico da ocorrência, os policiais militares foram acionados após Thiago supostamente estar agredindo a idosa. Com a chegada da polícia, a vítima negou que estar sendo agredida.

Os policiais tentaram conversar com o suspeito, que tentou agredir os militares, mas foi controlado. Ele foi algemado e começou a se debater dentro da viatura.

Thiago danificou o revestimento interno da viatura e conseguiu soltar as algemas, saindo do veículo. Ele abriu a tampa traseira do carro e introduziu o dedo na boca de um cabo da polícia, causando lesões no militar.

O suspeito foi imobilizado e colocado novamente dentro da viatura. O policial ferido foi levado para o posto de saúde Coronel Antonino e em seguida, precisou ser transferido para a Santa Casa de Campo Grande. O militar passou por procedimento cirúrgico.

Ao ser encaminhado para a delegacia, Thiago ainda ofendeu os policiais. “Vocês são policiais de merdas, vou acabar com a carreira de todos os envolvidos nisso, conheço pessoas influentes”.

 

Leia Também

Iguana vai parar em prateleira de loja e só PMA para resgatar
Interior
Iguana vai parar em prateleira de loja e só PMA para resgatar
COMEÇOU A GUERRA: PP pede impugnação de Harfouche
Política
COMEÇOU A GUERRA: PP pede impugnação de Harfouche
Enfermeiro se comove ao ver cão lutar para ficar com dono internado em Anastácio
Interior
Enfermeiro se comove ao ver cão lutar para ficar com dono internado em Anastácio
Gravíssimo: Brasil tem 1.031 mortes por covid em 24 horas, com total de 143 mil
Geral
Gravíssimo: Brasil tem 1.031 mortes por covid em 24 horas, com total de 143 mil