Menu
Busca sábado, 14 de dezembro de 2019
Polícia

VÍDEO: alegando síndrome do pânico, sobrinho que matou tio desiste de se apresentar à polícia hoje

"O abalo ocorreu entre família, ele está muito chocado", declarou o advogado de defesa

18 julho 2019 - 09h45Por Diana Christie e Luis Abraham

Miguel Arcanjo Camilo Junior desistiu de se apresentar para a polícia nesta quinta-feira (18), na 4ª DP, localizada nas Moreninhas, em Campo Grande.

Segundo o advogado Júlio César Marques, o empresário afirma que está sofrendo muito com o crime e ainda não está preparado emocionalmente para prestar depoimento.

"O abalo ocorreu entre família, ele está muito chocado. Ele tem transtorno do pânico", declarou.

O empresário é acusado de matar o próprio tio, Osvaldo Foglia Junior, 47 anos, na noite desta terça-feira (16), na Rua Marquês de Lavradio.

Segundo testemunhas, Osvaldo foi até a casa de carne cobrar o sobrinho por uma dívida. No local, os dois discutiram e Miguel sacou uma pistola 380 atirando diversas vezes em Osvaldo. A vítima morreu antes do atendimento médico.

Miguel deve alegar que sofria ameaças constantes do tio e que tem problemas psiquiátricos, fazendo o uso de medicamentos controlados. De acordo com a defesa, ele deve se apresentar amanhã.

Confira: