Menu
sexta, 30 de julho de 2021
Polícia

Vigia é preso após oferecer R$ 15 para fazer sexo com deficiente

Suspeito levou a vítima para um motel e a mãe da mulher foi resgatá-la

19 março 2019 - 08h00Por Da redação/Meio Norte

A Polícia Militar realizou a prisão do vigia da Prefeitura da cidade de Parnaíba, identificado como Raimundo Luis Pereira, mais conhecido como ‘Raimundo Preto’, natural de Camocim, no Ceará e residente em Parnaíba, no bairro Alto Santa Maria, sob acusação de tentativa de estupro de vulnerável. 

De acordo com informações da polícia, a vítima possui 32 anos e é portadora de deficiência. Ela estava entrando em um motel junto com Raimundo Luis quando foram vistos pelo padrasto dela, que passava na rua no momento. A mãe da vítima foi comunicada e entrou no motel para resgatá-la.

Ao adentrar no quarto, viu a mulher de short e sem blusa. O vigia estava usando uma bermuda e não chegou a cometer o ato libidinoso. A polícia prendeu o vigia e o encaminhou para a Central de Flagrantes. O delegado Maikon Kaestner atuou o acusado por tentativa de estupro. 

A informação da polícia judiciária é que a vítima iria receber R$ 15 reais para realizar o ato sexual com o acusado. O acerto ocorreu em frente à escola do Sesi na Avenida Pinheiro Machado. Segundo a polícia, Raimundo já havia sido preso anteriormente por embriaguez.