Menu
Busca quinta, 14 de novembro de 2019
Polícia

Vigilante se entrega por assassinato e diz que vítima era traficante

Ele alegou que tinha recebido ameaças da vítima por estar atrapalhando o tráfico de drogas no condomínio

21 outubro 2019 - 11h40Por Diana Christie

O suspeito de matar Wander de Oliveira, 45 anos, com dois tiros, se entregou para a polícia. Identificado apenas pelas iniciais D. B. C., o vigilante de 34 anos foi indiciado nesta segunda-feira (21).

Segundo o Setor de Investigações Gerais da 5ª Delegacia, o vigilante se entregou após ser identificado pela polícia e, na companhia de um advogado, entregou a arma usada no crime, um revólver calibre 38.

Para a polícia, D. B. C. alegou que tinha recebido ameaças da vítima por estar atrapalhando o tráfico de drogas no condomínio Reinaldo Buzanelli II, onde ocorreu o assassinato.

Arma usada no crime - Foto: PC/MS

O caso

Wander de Oliveira morreu de parada cardíaca na Santa Casa de Campo Grande, após levar um tiro no rosto e outro no abdômen durante confusão no condomínio Reinaldo Buzanelli II, no Bairro Campo Nobre. O crime ocorreu no dia 5 de outubro.