Menu
Busca quinta, 04 de junho de 2020
Camara - corona
Política

42 anos: pela primeira vez desde a divisão MS tem dois ministros

Democratas foram escolhidos a dedo pelo presidente Jair Bolsonaro

11 outubro 2019 - 11h30Por Rayani Santa Cruz

O cenário político sul-mato-grossense ganhou força com dois ministros empossados no Governo Federal em 2019. Aos 42 anos, Mato Grosso do Sul, tem como representantes a ministra da Agricultura, Tereza Cristina e o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. 

Com a indicação pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), o Estado ocupa uma posição inédita, pois desde a criação é a primeira vez que políticos da terra ocupam cargos na Esplanada dos Ministérios.

A frente do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento ) Tereza Cristina vem desempenhando um bom papel, e é vista como a ‘menina dos olhos’ do presidente. Ela lidou com crises dentro do governo desde a posse. 

O colega democrata Luiz Henrique Mandetta, gestor do Ministério da Saúde, participou do lançamento de campanha de vacinação em Campo Grande no início da semana. Apesar de não brilhar tanto como Tereza, ainda tem a aprovação de Bolsonaro que chegou a declarar que não irá trocar de ministro.

Os dois já protagonizaram polêmicas a ministra Tereza Cristina, ainda é chamada de ‘musa do veneno’ por conta da liberação de agrotóxicos. Já Mandetta chegou a ser acusado de beneficiar a filha que possui um escritório de advocacia e defende operadoras de plano de saúde. 

 

Leia Também

RECORDE DO DESESPERO: Brasil registra 32,5 mil mortos pela covid-19
Geral
RECORDE DO DESESPERO: Brasil registra 32,5 mil mortos pela covid-19
GOSTOU? Trump não tem efeitos colaterais por tomar hidroxicloroquina
Geral
GOSTOU? Trump não tem efeitos colaterais por tomar hidroxicloroquina
FILIADO AO DEM: Pedrossian Neto nega saída de secretaria para ser vice de Marquinhos
Política
FILIADO AO DEM: Pedrossian Neto nega saída de secretaria para ser vice de Marquinhos
PM transfere tenente que matou professora no trânsito do interior para Campo Grande
Cidade Morena
PM transfere tenente que matou professora no trânsito do interior para Campo Grande