(67) 99826-0686

Acusado de improbidade e ex-secretário de Nelsinho assume chefia de gabinete de Olarte

Esquema

4 MAI 2015
Kamila Alcântara
16h47min
Paulo Matos e esposa, também secretária de Olarte (foto: arquivo)

O ex-secretário de Nelson Trad Filho, do PMDB, e acusado de improbidade administrativa, Paulo César Matos, foi nomeado chefe do gabinete do atual prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP). O decreto com a nomeação foi publicado no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) desta segunda-feira (4).

Paulo tem também a esposa, Liz Danielle Derzi Wasilewski, como integrante do primeiro escalão de Gilmar Olarte. Ela é a chefe da Secretaria Municipal da Mulher.

Paulo Matos foi matéria de capa do jornal Folha de S. Paulo, com o título “MS: Pré-candidato ao governo é investigado por improbidade administrativa”, onde é noticiada a investigação do Ministério Público contra o, na época, candidato a governador Nelson Trad Filho e Paulo, que é ex-diretor-presidente da Emha (Agência Municipal de Habitação).

As investigações apontaram que Paulo e Nelsinho estariam doando e cedendo terrenos públicos e facilitando a aquisição de casas populares da Emha a “conhecidos”. Paulo também é esposo da empresária e secretária Liz Danielle Derzi Wasilewski Matos, da Secretaria da Mulher, nomeada em junho do ano passado, também por Gilmar Olarte (PP).

Liz Matos tem o seu trabalho como secretária questionado dentro do próprio município e por alguns vereadores, pois a pasta que chefia é considerada “apagada” ou até mesmo desnecessária.


Cargo de confiança

O chefe de gabinete tem como principal responsabilidade promover a ligação entre o prefeito e as secretarias municipais, em especial o "cumprimento do interesse público". Também será responsabilidade de Paulo Matos atender os vereadores, receber as indicações, projetos, requerimentos e outros assuntos financeiros.

Veja também