tce janeiro
Menu
quinta, 27 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Política

Antes preferida, Tereza Cristina pode 'ser trocada' por Braga Netto como vice de Bolsonaro

Presidente do PL, Valdemar da Costa Neto, disse que prefere Tereza como vice de Bolsonaro, mas está disposto a aceitar o ministro

14 janeiro 2022 - 17h00Por Rayani Santa Cruz

Antes mesmo de confirmar ou não a filiação ao PL, a ministra Tereza Cristina passou de "preferida a segunda opção" para o presidente do partido, Valdemar da Costa Neto. Ele acredita que Tereza seria a vice ideal para compor chapa com Jair Bolsonaro, mas também pensa no ministro da Defesa Walter Braga Netto. 

A divulgação de que a ministra "pode ser trocada" pelo presidente do PL, antes mesmo dela firmar posição sobre a filiação ou se de fato aceitaria disputar o cargo de vice, foi feita pelo colunista Guilherme Amado, do Metrópoles.

Segundo ele, Valdemar da Costa Neto deu um jeito para que Bolsonaro ficasse sabendo de sua preferência por Tereza Cristina, mas que também não colocaria obstáculos para Walter Braga Netto.

O presidente do PL diz que a presença de Tereza na chapa poderia angariar votos femininos, além do setor produtivo. Já Braga Netto poderia reagrupar o militarismo que apoia o presidente. 

O vice ou a vice podem ser escolhidos até 15 de agosto. 

Por enquanto, a ministra Tereza Cristina vem afirmando à imprensa que nunca conversou com Bolsonaro sobre a disputa como vice-presidente. Ela segue na ideia de concorrer ao Senado, e ainda não definiu o partido que migra. 

De MS, o único representante da sigla, deputado estadual João Henrique Catan, afirmou que fez o convite de filiação pessoalmente à Tereza Cristina quando esteve em Brasília.

"“Em final de novembro, como único representante estadual do PL em MS, fui pessoalmente a Brasília fazer o convite para que a Ministra Tereza Cristina faça parte do partido. Então, caso ela decida nos dar esta honra, a receberemos de portas abertas."