(67) 99826-0686
Reviva centro

Após cassação de Alceu, depoimento de Bernal será mantido

Processante

10 DEZ 2013
Juliene Katayama
19h27min
Foto: Geovanni Gomes

O presidente da Comissão Processante, vereador Edil Albuquerque (PMDB), afirmou que o depoimento do prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), será mantido mesmo com a cassação do mandato de Alceu Bueno (PSL) que integra o grupo. A única alteração será na data de amanhã para quinta-feira (12) a pedido do próprio Bernal.

Caso o vereador não consiga uma liminar para permanecer no cargo até o processo ser concluído - no caso de recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) - terá de se realizar um novo sorteio para a escolha do substituto de Alceu. No entanto, a comissão aguardará a publicação do acórdão no Diário Oficial da Justiça Eleitoral prevista ainda para esta semana.

Até a publicação, quando a decisão passa a ter validade na prática, os trabalhos da comissão continuarão. A Processante retomou os trabalhos hoje, após a decisão do juiz da Primeira Vara de Fazenda Pública e Registros Públicos, Nélio Stábile, julgou o mérito e determinou a continuidade das investigações.


A comissão foi barrada no dia 20 de novembro, cinco dias antes da oitiva do prefeito. Depois de indas e vindas, o depoimento teve de ser cancelado.


Bernal é investigado por irregularidades em contratos emergenciais com as empresas Salute - responsável pela distribuição de alimentos para os Centros de Educação Infantil (Ceinfs) -, Mega Serv - que faz a limpeza dos postos de saúde - e Já Gás - que distribuiu botijões de gás depois de ter perdido o proceso licitatório. Além disso, os vereadores apuram outras irregularidades que poderão resultar na cassação do mandato do prefeito. 

Veja também