Menu
segunda, 19 de outubro de 2020
Política

Papy é flagrado em reunião com comes e bebes e explica: encontro da igreja

Vereador foi acusado de ter promovido reunião eleitoral irregular

20 setembro 2020 - 18h10Por Rayani Santa Cruz

O vereador Papy, do Solidariedade, foi acusado por um internauta de cometer crime eleitoral ao supostamente participar de reunião eleitoral com comes e bebes. O parlamentar desmentiu a situação e esclareceu sobre a reunião.

Na foto enviada ao jornal, o internauta, que pediu para não ser identificado, diz que Papy fez reunião de campanha e cometeu graves infrações, já que o Tribunal Superior Eleitoral proíbe a distribuição de bebidas e alimentos.  

Questionado, o vereador citou que está em pré-campanha e negou que exista crime eleitoral, haja vista que estava em jantar com integrantes da igreja que é membro.

“Estamos em pré-campanha e não há o que falar em crime eleitoral. Participei de uma comunhão dentro da atividade do próprio mandato. Depois do dia 27, quando iniciar o processo eleitoral, aí valerão as regras da eleição. Não era uma reunião eleitoral! Participei de uma comunhão e jantar com um pessoal da nossa igreja e, durante o mandato, fiz várias dessas”, explicou Papy.

O candidato a reeleição para vereador reforçou que regras eleitorais mais ferrenhas vão vigorar a partir do registro das candidaturas, até dia 26 de setembro, e campanha eleitoral que inicia em 27 de setembro.

 

 

Leia Também

'Mucha plata': bolivianos são pegos com R$ 1,5 milhão na fronteira
Interior
'Mucha plata': bolivianos são pegos com R$ 1,5 milhão na fronteira
Jovem é presa ao entrar com dinamite em presídio no Paraguai
Geral
Jovem é presa ao entrar com dinamite em presídio no Paraguai
E o anel? Mulher assiste pornô gay e descobre marido sendo 'devorado' na tela
Geral
E o anel? Mulher assiste pornô gay e descobre marido sendo 'devorado' na tela
Já ouviu falar? Maconha borrifada em papel chegou a Mato Grosso do Sul
Cidades
Já ouviu falar? Maconha borrifada em papel chegou a Mato Grosso do Sul