Tribunal de Contas
(67) 99826-0686
Camara - marco

Aprovação de Cristina sobe dez pontos após cirurgia na cabeça, diz pesquisa

Pesquisa

18 OUT 2013
Folha Online
15h25min
Foto: Reprodução

Pesquisa divulgada hoje pelo jornal "Clarín" mostra que a aprovação ao governo de Cristina Kirchner subiu quase dez pontos nos dez dias após a presidente ter sido operada para a retirada de um coágulo na cabeça.

Segundo o levantamento da consultoria Management & Fit, a gestão de Cristina tem 44,4% de aprovação, contra 34,9% em pesquisa do dia 4, a cirurgia aconteceu no dia 8. É o nível mais alto desde maio de 2012, quando o governo alcançou 47,3% de apoio.

A desaprovação à gestão ainda é superior: 46,5%, contra 57% da aferição pré-doença.

O "Clarín" também traz novos números sobre a eleição para o Legislativo no país, no próximo dia 27. A pesquisa aponta uma derrota do kirchnerismo nos principais colégios eleitorais do país, como aconteceu nas primárias obrigatórias de agosto.

Segundo o levantamento, a FPV (Frente para a Vitória), coligação governista, perderia na capital, na província de Buenos Aires e nos Estados de Santa Fé e Córdoba.

Na província de Buenos Aires, que concentra o maior número de eleitores da Argentina, o candidato de oposição Sergio Massa lidera a corrida com 40,5% das intenções de voto. Em segundo lugar está o kirchnerista Martín Insaurralde, com 33,3%.

A diferença entre os dois principais candidatos caiu três pontos nas últimas duas semanas, período em que Cristina foi diagnosticada com um hematoma subdural crônico na cabeça.

Veja também