Menu
Busca segunda, 01 de junho de 2020
GOV FEMINICIDIO
Política

Bancada federal aprova Governo Presente e ministra diz que pacote vai gerar milhares de empregos

Mais de 4 bilhões de reais em investimentos nas 79 cidades de MS

07 março 2020 - 13h44Por Rayani Santa Cruz

Na noite desta sexta-feira (6), o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) lançou o pacote de obras estipulado em R$ 4,2 bilhões para os 79 municípios de Mato Grosso do Sul. A bancada federal aprovou a medida e a ministra da Agricultura e Pecuária, Tereza Cristina, estipulou uma grande geração de empregos com o plano que vai até 2022.

Ele pontuou que o país está num momento complicado na economia e que precisa gerar mais emprego, e o pacote de obras coloca “o emprego na veia” e aquece economicamente os municípios. “Estamos vivendo um momento de celebração. Precisamos de empregos e aqui muitos empregos serão gerados com essas obra ”, citou.

Durante a solenidade no Pavilhão Albano Franco, ao falar durante o ato em nome da bancada federal, da qual é o coordenador, o senador Nelsinho Trad (PSD/MS) citou o equilíbrio e a harmonia que predominam entre o governo e os parlamentares federais e estaduais. “O funcionamento dessa engrenagem precisa de um líder e o Reinaldo Azambuja exerce essa liderança, nos inspirando no Congresso Nacional uma sintonia que erradia para os municípios”, comentou.

Líder da bancada federal na Câmara, o deputado federal Beto Pereira (PSDB) destacou a capacidade do governo unir toda a classe política para levar os investimentos à população. “No momento que os recursos são escassos, não só os do Estado, mas os recursos federais [também], a criatividade e a eficiência na aplicação dos recursos é fundamental. Quando você ouve a população, a sua chance de errar é menor”. 

O deputado Fábio Trad (PSD/MS) destacou a iniciativa é excelente. “Estive, estou e estarei sempre defendendo os interesses do nosso estado em Brasília, colaborando ativamente com o governo estadual para auxiliar na demanda dos municípios. Parabéns ao Governador e toda sua equipe!”, disse. 

Para o deputado federal Luiz Ovando, o modelo proposto permite uma participação maior na definição das prioridades. “O nosso papel, o nosso propósito, é através dos vereadores e prefeitos determinar a necessidade e a oportunidade e junto com o governador, ele nos disponibiliza o seu sistema administrativo e onde disponibilizar esses recursos”. 

Vander Loubet (PT) ressaltou que o governo do estado tem feito parcerias sem levar em conta diferenças partidárias. “O governador Reinaldo [Azambuja], desde que assumiu, estabeleceu uma excelente relação com a bancada toda e a bancada de Mato Grosso do Sul – estou no meu quinto mandato como deputado federal – e nós construímos uma relação desde lá atrás, da época do Zeca [do PT, ex-governador], independente de partido, defendendo os interesses de Mato Grosso do Sul”, afirmou. 

 Rose Modesto  (PSDB) afirmou que a articulação política é crucial para levar melhorias para toda a população. “A unidade da classe política, independente de questões partidárias, ela é fundamental porque as pessoas é que ganham com isso”.

 

Leia Também

Medalhista olímpica no vôlei, Virna testa positivo para covid-19
Saúde
Medalhista olímpica no vôlei, Virna testa positivo para covid-19
Mato Grosso do Sul passa dos 1,5 mil casos de coronavírus e doença atinge 50 municípios
Saúde
Mato Grosso do Sul passa dos 1,5 mil casos de coronavírus e doença atinge 50 municípios
Roda de Gol é arrancada após motorista bater na lateral de carreta
Interior
Roda de Gol é arrancada após motorista bater na lateral de carreta
Falso médico é preso em hospital atendendo pacientes com coronavírus em São Paulo
Geral
Falso médico é preso em hospital atendendo pacientes com coronavírus em São Paulo