Tribunal de Contas
(67) 99826-0686
Camara - marco

Base aliada de Bernal se reúne para debater pontos críticos

Avaliação

1 NOV 2013
Juliene Katayama
13h24min
Foto: Geovanni Gomes

Depois do relatório final do Tribunal de Contas do Estado (TCE) considerando irregular contratações de postos de combustível, contratos emergenciais e remanejamento, a base aliada do prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), se reuniu na manhã desta sexta-feira (01).

Participaram os vereadores: o líder do prefeito Alex do PT, Ayrton Araújo (PT), Gilmar da Cruz (PRB), Luiza Ribeiro (PPS) e o tucano João Rocha, embora o PSDB não esteja participando da administração municipal. O vereador Cazuza (PP) chegou quase no fim da reunião.

O vereador Zeca do PT não participou do encontro. O petista trocou a discussão com a base pelo compromisso do partido no interior do Estado e diz estar cansado de tanta conversa. "Não fui porque não estou desesperado por emprego", ressaltou Zeca. 

Conforme Ayrton, também foi discutido sobre a nomeação do secretário de Governo, da Mulher e da Juventude. Os vereadores aliados acreditam que na próxima semana o prefeito anunciará os nomes. "Está na mente do prefeito uma reforma. Ele vai nomear por logo", afirmou o petista.

O veredor criticou a falta de atenção do prefeito com a base. "Há dias o prefeito não chama a base para conversar", ressaltou. Para Ayrton, esta semana foi tensa para Bernal. "Foram duas porradas de uma vez: o relatório do TCE e a demissão de Gustavo Freire", pontuou.  

Ameno - Já Luiza Ribeiro afirmou que os vereadores não discutiram sobre o relatório do TCE. "Toda semana discutimos os pontos principais. Sobre o remanejamento, estas questões já estão judicializadas", justificou a socialista.

Sobre as nomeações pendentes, Luiza disse que o prefeito está tratando com as lideranças. "Ele vai tratar com as liderança dos partidos", finalizou.

Veja também