TCE MAIO
(67) 99826-0686
Camara Maio

Bernal afirma: 'Forças querem o caos em Campo Grande'

Prefeito

6 MAR 2014
Clayton Neves
12h15min
Foto: Geovanni Gomes

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), afirmou na manhã de hoje (6), à equipe do TopMídia News que pretende fazer o que for possível e legal para reverter a decisão proferida pelo ministro Felix Fischer, presidente do STJ (Superior Tribunal de Justiça), que suspendeu o acórdão dado pelo desembargador João Batista Costa Marques, que havia interrompido os trabalhos da Comissão Processante.

Tendo apenas a justiça como aliada para se livrar da cassação, uma incógnita paira sobre os vereadores que ainda permanecem indecisos quando o assunto é a adesão à base do prefeito. Bernal relata que novamente irá recorrer à justiça para que seu futuro à frente da administração municipal não seja entregue nas mãos dos parlamentares que compõem a Câmara de Vereadores. “Sem dúvida iremos recorrer à justiça e ver o que poderá ser feito a respeito. Iremos tomar as providências necessárias”, afirmou.

Alcides Bernal se mostrou indignado com a possibilidade da retomada da Comissão. Além disso, voltou a fazer referência às “forças” que segundo ele o perseguem e resultam em prejuízos à população campo-grandense. “Achei essa decisão um absurdo. Isso é a prova que ainda existe uma força interessada em ver o caos em Campo Grande. É lamentável saber que ainda tem gente querendo o mal para a nossa Capital”, alegou.

Agora, com o aval da justiça para que sejam retomados os trabalhos que podem resultar na cassação do mandato do líder do Executivo Municipal, muito se tem especulado sobre a volta dos impasses protagonizados entre os vereadores da oposição e o prefeito da Capital.

Veja também