Menu
sábado, 24 de outubro de 2020
Política

Bernal considera equívoco parecer do MPE contra mandado de segurança

Cassação

05 dezembro 2013 - 13h36Por Juliene Katayama

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), afirmou, na manhã desta quinta-feira (05), que o parecer do Ministério Público de Mato Grosso do Sul (MPMS) foi equivocada e que a Comissão Processante tem vários vícios.

Segundo o MP, não caberia a impetração de mandado de segurança dessa ação, visto que não haveria direito líquido e certo plenamente demonstrável. A comissão foi suspensa por medida liminar do desembargador João Maria Lós e confirmada por uma das turmas do Tribunal de Justiça do Estado.


O parecer ministerial está inserido no processo que Bernal abriu para barrar o prosseguimento da comissão que foi analisado pelo relator Hildebrando Coelho Neto e que será julgado agora no mérito pela 1ª Câmara Cível da Corte de Justiça Estadual.


Apesar do parecer do MP, Bernal insiste em dizer que a Comissão Processante tem vícios. Segundo o prefeito, os intergrantes da CPI da Inadimplência - cujo relatório foi a base da abertura da Comissão Processante - não poderiam participar da comissão.

Leia Também

Pai de santo é denunciado por mais um estupro contra fiel
Geral
Pai de santo é denunciado por mais um estupro contra fiel
Em Campo Grande, só Harfouche e Trutis não têm candidatura deferida ainda
Política
Em Campo Grande, só Harfouche e Trutis não têm candidatura deferida ainda
Justiça nega impugnação e libera candidatura de ex-secretário de Bernal
Política
Justiça nega impugnação e libera candidatura de ex-secretário de Bernal
Homem é encontrado morto eviscerado no Cristo Redentor, em Corumbá
Polícia
Homem é encontrado morto eviscerado no Cristo Redentor, em Corumbá