TJMS JANEIRO
Menu
domingo, 23 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Política

Bernal diz que pegou cidade endividada, sem dinheiro e com obras paradas

29 agosto 2015 - 07h44Por Rodson Willyams

O prefeito Alcides Bernal, do PP,  afirmou que já recebeu um raio-X sobre a situação financeira de Campo Grande. Logo que assumiu, o pepista declarou que o município apresenta um déficit econômico de R$ 1,2 bilhão, que supostamente desapareceram dos cofres da Capital. Bernal ainda declarou que 90% das obras foram executadas, mas que 'por incompetência ou má fé' não foram pagas pela antiga administração.

"Nós recebemos a informação que a administração não pagava desde setembro do ano passado. 90 das obras foram executadas, mas a prefeitura não repassou a diferença. Não sei por qual motivo, se foi por incompetência ou por má fé", comentou o prefeito.

Bernal ainda falou que o raio-X que contém dados e índices sobre a situação de Campo Grande. "Vou ter esses documentos em mãos hoje. Mas é um problema sério e não é um problema que a gente pode resolver de um dia para o outro. Por isso, vim aqui pedir a segurança jurídica no Tribunal de Justiça. A Justiça precisa punir aqueles que causaram dano a cidade", afirmou.

O prefeito ainda classificou a situação sobre a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), que está acima de 51% do limite, como 'difícil'. "Mas nós vamos analisar tudo isso e resolver todas essas questões", finalizou. 

Na sexta-feira (28), Bernal anunciou corte de gastos e o escalonamento de salários.