Menu
sábado, 31 de outubro de 2020
Política

Bernal promete entregar novos documentos à Comissão Processante na segunda-feira

Oitivas

20 novembro 2013 - 11h25Por Schimene Weber e Juliene Katayama

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), garantiu que entregará pessoalmente aos vereadores da Comissão Processante os novos documentos reunidos por ele como provas contra as acusações de irregularidades.

A fase de instrução teve início com depoimentos de representantes das empresas de distribuição de alimentos e de gás e da empresa de limpeza, no dia 13 de novembro. No dia 19, foram ouvidos o Secretário Municipal de Saúde, Ivandro Fonseca; a Diretora-Presidente da Agetran, Kátia Castilho; e a Secretária Municipal de Políticas e Ações Sociais e Cidadania, Thais Helena. Hoje, prestam depoimentos o Secretário Municipal de Administração, Ricardo Ballock e o Secretário Municipal de Educação, José Chadid.


Os depoimentos do Secretário Municipal de Planejamento, Finanças e Controle, Wanderley Ben Hur, e da Coordenadora-Geral da Central Municipal de Compras e Licitações, Gislaine do Carmo, serão prestados amanhã, dia 21.

A Comissão, então, deixou o depoimento de Bernal para o prazo final das oitivas, que serão encerradas no próximo dia 25.

O prefeito terá a oportunidade de apresentar a sua defesa através da documentação que poderá ou não afastar as suspeitas de infrações político-administrativas que correm contra ele na Câmara Municipal.

As testemunhas estão sendo ouvidas no Plenário Edroim Reverdito, na Câmara de Vereadores. As sessões são abertas ao público em geral. 

 

Leia Também

Presidiários e policiais são flagrados em festinha em presídio no Paraguai
Interior
Presidiários e policiais são flagrados em festinha em presídio no Paraguai
Na Lata: bolsonarista defende Pedro Kemp e paga mico ao denunciar candidato do PSL
Na Lata
Na Lata: bolsonarista defende Pedro Kemp e paga mico ao denunciar candidato do PSL
Candidatos fazem críticas e prometem investir em empregos e educação em horário noturno
Cidade Morena
Candidatos fazem críticas e prometem investir em empregos e educação em horário noturno
Em 24 horas, 508 brasileiros morrem de covid-19, diz Ministério da Saúde
Geral
Em 24 horas, 508 brasileiros morrem de covid-19, diz Ministério da Saúde