TJMS - 14 a 17/10
Menu
Busca segunda, 14 de outubro de 2019
Política

Pressionado em transição, Bernal garante que tarifa de ônibus não vai aumentar

Notícia agrada equipe de Marquinhos Trad, prefeito eleito de Campo Grande

21 novembro 2016 - 17h03Por Kerolyn Araújo e Thiago de Souza

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), garantiu na tarde desta segunda-feira (21), que o vale transporte não sofrerá reajuste em 2017. Atualmente, o valor da tarifa é de R$ 3,25. A afirmação ocorre após críticas durante a transição de governo na administração municipal.

Conforme o prefeito, um dos fatores que garante que o valor do vale transporte não sofra reajuste é a isenção do ISSQN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza). De acordo com Bernal, o projeto referente à isenção do imposto será encaminhado amanhã (22) para a Câmara Municipal.

A notícia agrada equipe de Marquinhos Trad, do PSD, prefeito eleito de Campo Grande. Em oportunidades anteriores, Marquinhos afirmou claramente que esperava que o passe de ônibus não sofresse reajuste em fim de gestão. No fim das contas, seu ponto de vista levou a melhor.

Nesta semana, após diversos atrasos, efetivamente começou a transição de gestão entre Bernal e Marquinhos. As equipes de transição se encontraram duas vezes apenas nesta segunda, praticamente o mesmo número que na semana passada.

"Gostaria muito que o governo do Estado fizesse sua parte, porque o tributo sobre o combustível impacta muito sobre a tarifa do transporte coletivo urbano", criticou o atual prefeito.