Menu
sábado, 15 de agosto de 2020
Política

Bernal tenta remendar e diz que não vai expulsar Chocolate do partido

Confusão

22 outubro 2013 - 08h30Por Schimene Weber e Juliene Katayama

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), declarou nesta manhã (22), no seminário sobre desenvolvimento com técnicos do BID, realizado no Grand Park Hotel, que "se depender dele o vereador Chocolate não será expulso do partido". 

Bernal é presidente do Diretório Regional do Partido Progressista de Mato Grosso do Sul (PP/MS) e, conforme consta nas normas partidárias, a decisão da expulsão ou permanência de Chocolate depende somente de seu decreto.

Expulsão - O vereador do PP votou, na ultima semana, a favor da abertura da Comissão Processante contra o prefeito da Capital e, por esse motivo, foi acusado de infidelidade partidária pelo presidente municipal, o vereador Cazuza. 

Chocolate, que teve a esposa exonerada de seu cargo na Segov, explicou, quando procurado pela equipe do TopMídia News, que o prefeito já sabia de seu posicionamento na reta final para a votação na Câmara Municipal. 

Ele disse, ainda, que a atitude de Bernal foi pequena e que a exoneração, publicada no Diário Oficial de Campo Grande (Diogrande) foi resultado de retaliação contra o vereador da Capital.

 

Leia Também

Menino de 3 anos não resiste e morre após cair em piscina em Campo Grande
Cidade Morena
Menino de 3 anos não resiste e morre após cair em piscina em Campo Grande
Menino de nove anos é achado morto após ter faca cravada no peito em Douradina
Interior
Menino de nove anos é achado morto após ter faca cravada no peito em Douradina
Homem de 40 anos é executado em conveniência em Ponta Porã
Interior
Homem de 40 anos é executado em conveniência em Ponta Porã
Em delação, 'Doleiro dos doleiros' diz que levava pacotes de dinheiro para donos da Globo
Geral
Em delação, 'Doleiro dos doleiros' diz que levava pacotes de dinheiro para donos da Globo