Menu
Busca quarta, 08 de julho de 2020
REFIS SAUDE
Política

Bumlai é condenado a 9 anos de prisão pela Lava Jato

Pecuarista está preso no Paraná e é alvo da 21ª fase da operação

15 setembro 2016 - 08h46Por O Globo

O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância, condenou o pecuarista José Carlos Bumlai a 9 anos e 10 meses de prisão em um processo da Lava Jato por crimes como gestão fraudulenta e corrupção passiva.

Na mesma sentença, publicada na manhã desta quinta-feira (15), o juiz também condenou o empresário Fernando Antonio Falcão Soares, o Fernando Baiano, o ex-tesoureiro do Partido dos Trabalhadores (PT) João Vaccari Neto, e outros quatro réus do processo.

No dia 6 de setembro, o pecuarista voltou para a prisão no, Paraná. Ele está detido no Complexo Médico-Penal em Pinhais, naRegião Metropolitana de Curitiba, e foi alvo da 21ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada em novembro de 2015. O pecuarista é amigo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e passa por um tratamento contra um câncer na bexiga.

Bumlai é acusado de ter contraído um empréstimo fraudulento no Banco Schahin de R$ 12 milhões em 2004. O destinatário final do dinheiro, segundo o Ministério Público Federal (MPF), foi o Partido dos Trabalhadores (PT).

O G1 tenta contato com a defesa de Bumlai.

 

Leia Também

Taxista de 57 anos morre de covid-19 em Corumbá
Interior
Taxista de 57 anos morre de covid-19 em Corumbá
ATENÇÃO: serviços de delivery podem funcionar sem restrições durante toque de recolher
Cidade Morena
ATENÇÃO: serviços de delivery podem funcionar sem restrições durante toque de recolher
Depois de Campo Grande, deputado quer ‘kit covid’ para todo Mato Grosso do Sul
Saúde
Depois de Campo Grande, deputado quer ‘kit covid’ para todo Mato Grosso do Sul
Estudo do PT mostra que fatia dos 'decepcionados com Bolsonaro' votaria nele novamente
Geral
Estudo do PT mostra que fatia dos 'decepcionados com Bolsonaro' votaria nele novamente