Menu
terça, 07 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
pmcg revia negocios
Política

Mais da metade dos deputados falta e sessão é dominada por briga entre 'bolsonaristas' e PT

Sessão foi relâmpago, durando cerca de 40 minutos e sem discussão de projetos relevantes

18 outubro 2018 - 13h22Por Kerolyn Araújo e Celso Bejarano

Com apenas 11 deputados presentes, a sessão desta quinta-feira (18), da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, tinha tudo para ser tranquila, mas acabou com troca de farpas entre deputados. 

Deputado reeleito, Cabo Almi (PT) foi o único que discursou na tribuna. O petista usou o espaço para alertar sobre os supostos riscos que o país corre caso o candidato Jair Bolsonaro (PSL) seja eleito. Os deputados Paulo Siufi (MDB) e Barbosinha (DEM) retrucaram o colega e chegaram a dizer que o mal do Brasil não é Bolsonaro, mas sim o PT.

A sessão durou aproximadamente 40 minutos e nenhum projeto de relevância foi discutido no plenário. Além de Cabo Almi, Paulo Siufi e Barbosinha, estavam presentes na sessão Zé Teixeira (DEM), Rinaldo Modesto (PSDB), Paulo Corrêa (PSDB), João Grandão (PT), Amarildo Cruz (PT), George Takimoto (MDB), Herculano Borges (Solidariedade) e Lídio Lopes (PEN).