Menu
domingo, 28 de novembro de 2021 Campo Grande/MS
CAMARA - vacinaçao
Política

Candidatura em Campo Grande visa fortalecer Bolsonaro para presidente

10 junho 2016 - 11h11Por Mariana Anunciação e Rodson Willyams

Diversas autoridades estão reunidas nesta manhã (10), no Golden Class para a pré-candidatura do Coronel David à prefeitura de Campo Grande. O PSC (Partido Social Cristão) aposta no fortalecimento da bancada para levar Jair Bolsonaro à presidência da república.

“A proposta do PSC hoje é lançar alternativas em todas as capitais para poder fortalecer possível candidatura do Jair Bosonaro para a presidência, em 2018. Esse é o desejo do partido”, contou o presidente do PSC Nacional, Pastor Everaldo.

O pastor explicou que o nome de Jair Bosonaro está à disposição, mas ainda não há nada definido. “Como falta muito tempo, não descarto a possibilidade do meu nome figurar, já que fui candidato a presidência na eleição passada (em 2014)”, salientou.

Quanto ao Coronel David, o partido se reserva apenas aos elogios. “É uma alternativa para a sociedade Campo-grandense. O Coronel David tem uma conduta ilibada devido ao seu trabalho feito no Estado. Por isso ele é reconhecido por todos os Sul-mato-grossenses”, afirma Pastor Everaldo.

O lançamento do Coronel David é a segunda candidatura feita em nível nacional, visto que a primeira ocorreu no Rio de Janeiro, com o filho de Jair Bosonaro, Flavio Bosonaro. “Uma das alternativas que figura em terceiro lugar no Rio de Janeiro, conforme as pesquisas”, saliento o presidente do partido. Em seguida, o PSC seguirá para Tocantins.

Ao ser questionado sobre as polêmicas que permeiam Bosonaro, o pastor Everaldo justificou sua conduta e o comparou ao Luís Inácio Lula da Silva. “Não acredito que isso possa prejudicá-lo. Lula quando era presidente também era polêmico, porque recebia o MST e mandava invadir fazendas”, disse, destacando que mesmo ao invés de punir o MST, o próprio grupo foi contra o Lula, no final das contas. “As pessoas dizem que o homem tem que ter um pensamento forte”, concluiu.

Na síntese, o partido diz que deseja combater a corrupção e desta a problemática dos altos impostos. “O Estado deve servir o povo e não o povo servir ao Estado e por essa razão a população clama por alternativas”, finalizou.

Já o presidente municipal do PSC em Campo Grande, Jaber Cândido, destacou que o partido vem conversando com o Coronel David desde 2008 e estava se preparando para fazer esse movimento e disputar a prefeitura da Capital. “O partido só cresce quando vai para disputa eleitoral e por isso apostamos no Coronel David como uma opção para a população”, disse.

A pré-candidatura tem todo o aval da alta cúpula do PSC e, por enquanto, o partido está em processo de diálogo com os demais partidos e em discussão interna.  “Até o momento, não definimos se será uma candidatura própria ou se faremos alianças com outros partidos, na escolha do vice”, explicou.