Menu
sábado, 31 de outubro de 2020
Política

Pedro Chaves tenta contornar mal estar entre Prefeitura e Câmara após postagem de assessora em Faceb

Reação

20 dezembro 2013 - 08h12Por Ana Rita Chagas e Lucas Arruda

Esta semana o secretário de governo municipal Pedro Chaves compareceu a sessão da Câmara Municipal de Campo Grande para se reunir, a postas fechadas, com os vereadores para tentar contornar o mal estar instalado entre Executivo e Legislativo após uma postagem no Facebook feita por uma assessora da prefeitura. O post foi considerado ofensivo pela maioria da Casa de Leis.

Os vereadores se sentiram satisfeitos com as explicações do secretário, já que era cogitado convocar o prefeito Alcides Bernal para prestar esclarecimentos sobre o assunto. Chaves afirmou que o comportamento da secretária é inadmissível e que de agora em diante isso será monitorado. "Não aceito que o Facebook seja utilizado dessa forma, não é para isso que usamos esta ferramenta. Vou tentar acabar com essas coisas", afirmou. "Essas orientações vão para o prefeito também", acrescentou.

Punição - O secretário afirmou que Márcia Scherer será punida, mas não chegará a ser exonerada do cargo. "Não há necessidade de sermos tão drásticos, mas pelo menos uma advertência vamos aplicar a ela", frisou. O presidente da câmara, o vereador Mario Cesar, foi categórico ao dizer que a demissão da secretária é desnecessária, já que este não foi um caso isolado, pois as postagens acontecem desde o início do ano. "Se isso já acontece a um tempo é porque existe um consenso de todos os que estão ao seu redor. Não há cabimento para que isso aconteça, ele (Chaves) prometeu que isso irá acabar", finalizou.

Postagem - A assessora de imprensa da Prefeitura de Campo Grande, Marcia Scherer, usou o Facebook, na última terça-feira (17) para fazer uma crítica à Câmara Municipal. O post provocou discussão no Plenário.

Na postagem a Marcia Scherer  utilizou o seguinte texto. 'Falaram: ou você dá o dinheiro, ou você não vai governar. Nós vamos bagunçar seu orçamento e nós vamos tentar te afastar de todas as formas', diz o prefeito. 'Eu resolvi não dar. Eu prefiro ser cassado do que implementar a corrupção que era antes aqui, e que acontece no Brasil todo'", disse no post. Logo após a repercussão na Câmara, Marcia deletou o comentário, pouco depois das discussões.

Retratação-Com tudo,  a assessora postou uma retratação a respeito do seu comentário deletado. "Postei uma frase hoje pela manhã, que copiei de uma matéria da revista Carta Capital, a respeito do prefeito de Itaocara/RJ. NÃO ERA SOBRE CAMPO GRANDE!!!! É claro que a postagem foi de certa forma maldosa, pois não citei a fonte, mas NÃO era sobre Campo Grande. Por isso peço Desculpas aos vereadores e bancadas que se sentiram ofendidos, pois se no afã de fazer uma brincadeira de mau gosto acabei ofendendo sua honra, não foi minha intenção", disse em nota a assessora. Porém,  os vereadores não aceitaram a retratação.

Leia Também

Brasil registra 407 mortes por covid-19 em 24 horas; total vai a 159.884
CORONAVÍRUS
Brasil registra 407 mortes por covid-19 em 24 horas; total vai a 159.884
Natal terá enfeites nas ruas, mas Cidade do Natal deve continuar de portas fechadas
Cidade Morena
Natal terá enfeites nas ruas, mas Cidade do Natal deve continuar de portas fechadas
Em último programa, Maisa se emociona em despedida do SBT
Geral
Em último programa, Maisa se emociona em despedida do SBT
Ciclista mostra pernas após 4 horas de treino e impressiona fãs
Geral
Ciclista mostra pernas após 4 horas de treino e impressiona fãs