Tribunal de Contas
(67) 99826-0686
Camara - marco

Bernal diz que decisão contra ele chocou judiciário em Brasília

Comissão Processante

22 NOV 2013
Juliene Katayama e Ana Rita Chagas
09h58min
Foto: César Krugel/Assessoria

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), criticou a agilidade da Justiça em derrubar a liminar que suspendeu a Comissão Processante. A decisão contra o progressista saiu 12 horas depois da favorável. "Sem mais, nem menos deixou a classe jurídica de boca aberta", afirmou no programa Refazenda, da Rádio FM Cidade 97, na manhã desta sexta-feira (22).

Bernal espera que a reversão contra ele saia ainda hoje. "Coloquei nas mãos da Justiça. Hoje o Tribunal deve fazer valer a decisão primeira", ressaltou o prefeito.

Segundo o progressista, a Justiça demorou dois dias para analisar seu pedido e derrubou a decisão favorável a ele em poucas horas. "Está carregada de vícios que tiram a institucionalidade do meu mandato, é um atentado à democracia, aos votos dos cidadãos", disse.

O prefeito que esteve em Brasília, nessa semana, disse que os parlamentares do PP são contra a atitude de três integrantes do partido no Estado que entraram com a denúncia. Ele, no entanto, não revelou os supostos traíras. "Tiveram pessoas próximas que se juntaram com meus adversários", pontuou.

Veja também