tce janeiro
SENAR 26/01
Menu
quarta, 26 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Política

CPI do Cimi se reúne pela primeira vez

01 outubro 2015 - 09h48Por O Progresso

Os membros da CPI do Cimi (Conselho Indigenista Missionário) se reuniram na tarde de quarta-feira, 30, pela primeira vez, e definiram os nomes que ocuparão a presidência, vice e relatoria da Comissão Parlamentar de Inquérito que investigará se o Conselho Indigenista Missionário tem incitado e financiado ocupações de terras em Mato Grosso do Sul.

Crítica ao trabalho do Cimi, a deputada Mara Caseiro (PMDB) foi eleita por unanimidade para comandar os trabalhos. Também ficou definido que Marquinhos Trad (PMDB) será vice-presidente e que a relatoria ficará a cargo do deputado Paulo Corrêa (PR).

O petista Pedro Kemp e o tucano Onevan de Matos são os outros membros do colegiado. São suplentes os deputados Beto Pereira (PDT), Márcio Fernandes (PTdoB), Ângelo Guerreiro (PSDB), João Grandão (PT) e Antonieta Amorim (PMDB).

Ficou definido, ainda, que as reuniões deliberativas da CPI acontecerão todas as terças-feiras, a partir das 14h.  A presidente entregou aos membros o Regimento Interno da CPI e uma lista com sugestões de oitivas e procedimentos a serem seguidos durante os trabalhos.

“Isso seria um norte para os trabalhos. Todos vão avaliar, apresentar sugestões e votaremos na reunião seguinte”, explicou”.

Para Paulo Corrêa, a relatoria é um posto de muita responsabilidade. “Ser relator é um trabalho árduo, mas que assumo com a maior lisura. Espero colaborar no processo para que possamos descobrir a verdade”, concluiu o deputado.