Menu
sábado, 24 de julho de 2021
PMCG REFIS 16 A 29/07
Política

CPI ouve médica considerada peça-chave de 'ministério paralelo' da Saúde

Diferentemente das pessoas já ouvidas, Nise Yamaguchi foi convidada, não convocada

01 junho 2021 - 07h15Por Nathalia Pelzl

A CPI da Covid ouvirá a oncologista e imunologista Nise Yamaguchi, uma das principais defensoras do tratamento precoce no combate ao coronavírus.

O depoimento será nesta terça-feira (1º). O presidente Jair Bolsonaro também defende o uso, porém, a medida é cientificamente comprovada ineficaz contra a doença.

Nise Yamaguchi será o 11º depoente a ser ouvido pela comissão. O depoimento inaugura a fase de oitiva de profissionais da área e pesquisadores.

Diferentemente das pessoas já ouvidas, Nise Yamaguchi foi convidada, não convocada. 

Sendo assim, ela não é obrigada a comparecer à CPI nem a falar a verdade, como acontece no caso de convocação, no qual o depoente fala como testemunha e se compromete a dizer a verdade.

A médica é considerada pelos senadores como peça-chave para a apuração sobre a suposta existência de um "ministério paralelo" da Saúde, um dos focos de investigação da comissão.