(67) 99826-0686
Reviva centro

Resposta: chamado de canalha, Dagoberto diz que Pedra não tem disciplina e esqueceu PDT

Presidente da sigla afirma que Pedra tomou decisões individuais após se aliar a Bernal

16 SET 2016
Dany Nascimento
19h01min
Foto: Geovanni Gomes

O presidente regional do PDT rebateu as críticas de Paulo Pedra (PDT) e afirmou que a maioria do partido definiu que o vereador cassado não deveria sair candidato pela legenda nas eleições de 2016, e garante que não tomou essa decisão sozinho. Pedra acusa Dagoberto de ter atitude de 'canalha', mas o presidente garante que não vai responder  as 'ofensas' para não polarizar a situação estremecida.

Dagoberto afirmou ao TopMídiaNews, que a maioria do partido decidiu durante a convenção que Pedra não deveria sair candidato por dois motivos.. "O primeiro motivo era porque ele está inelegível de acordo com decisão do Tribunal Superior Eleitoral e o segundo motivo foi porque ele depois que começou a caminhar com o prefeito Alcides Bernal esqueceu do partido, tomou decisões sozinho, não consultou o partido em nenhuma decisão".

Para Dagoberto, Paulo Pedra não tem disciplina partidária e toma decisões individuais, que geraram insatisfação de membros do PDT."O problema é que o Pedra briga com todos, está sempre na contra-mão. O Pedra não tem disciplina partidária, eu não tenho poder sobre o partido, a maioria não quis e ele não saiu candidato. Decidimos que não seria ideal para o partido caminhar com Bernal e ele sempre na contra-mão, sempre puxando para o outro lado".

 ?Enquanto exercia a função de secretário de governo de Bernal, Dagoberto afirma que Pedra teria 'esquecido do PDT' e agora reclama das próprias atitudes.  

Questionado sobre as possibilidades de Pedra deixar o partido, já que alegou que pretende procurar a legenda após as eleições 2016, Dagoberto acredita que seria a melhor atitude tomada por Pedra. "Seria uma boa ele deixar o partido, se ele pudesse fazer isso, seria muito bom porque não tem mais razão para ficar". 

Veja também