TJMS JANEIRO
Menu
domingo, 23 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Política

Deputados tentam 'reviver' CPI que investiga conta de energia elétrica em MS

10 janeiro 2016 - 12h06Por Dany Nascimento

O  deputado estadual Beto Pereira afirmou, ao TopMídiaNews, que os integrantes da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Enersul/Energisa pretendem entrar com requerimento solicitando a suspensão da decisão do presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Ricardo Lewandowski, que cancelou os trabalhos de investigação na Assembleia Legislativa no mês de outubro do ano passado.

De acordo com o parlamentar, os deputados aguardam a finalização das três CPI que seguem em tramitação na Casa de Leis (CPI do CIMI, CPI do Combustível e CPI da ação/omissão do estado nos casos de violência praticados contra indígenas entre 2000 e 2015 em Mato Grosso do Sul), para solicitar a volta da CPI da Energisa.

"Como o regimento não permite mais de três CPI em andamento na Casa, vamos aguardar que essas outras sejam finalizadas para solicitar através de um requerimento, a volta dos trabalhos", diz Beto.

Beto Pereira destaca que uma reunião deve ser realizada após o recesso parlamentar entre os membros da comissão, para definir os procedimentos que serão adotados e estudar melhor os conteúdos apresentados na CPI.  

A CPI foi criada em março deste ano para apurar as contas da concessionária de energia elétrica, que atende 74 das 79 cidades de Mato Grosso Sul. No mês de setembro, o TJMS (Tribunal de Justiça do Estado) concedeu uma liminar suspendendo os trabalhos, mas o legislativo recorreu da decisão e continuou desenvolvendo as atividades. Porém, em outubro, o STF o presidente do STF decidiu pelo fim dos trabalhos da Comissão.