ALMS CONTAR 25/06 A 27/06
(67) 99826-0686
ALMS 13/06 a 12/07

Dilma usa Twitter para falar pela primeira vez sobre crise no MA

Crise

10 JAN 2014
Redação
13h01min
Foto: Reprodução/Twitter

A presidente Dilma Rousseff usou, na manhã desta sexta-feira (10), sua conta no Twitter para comentar, pela primeira vez, a crise no sistema carcerário do Maranhão. Por volta das 10h, ele publicou a primeira, de uma série de sete publicações, sobre o tema.

"Tenho acompanhado com atenção a questão da segurança no Maranhão", disse Dilma. A presidente ainda lembrou que em dezembro a Força Nacional foi enviada, a pedido dela, para o Estado.

Dilma ainda disse pela rede social que o Ministério da Justiça ofereceu vagas em presídios federais para presos do Maranhão e que apoia o mutirão de defensores públicos que farão a análise da situação dos presos.

A presidente ainda comentou sobre a decisão da governadora maranhense, Roseana Sarney (PMDB), que criou um comitê gestor integrado para tratar do tema.

"O comitê, coordenado pelo Governo do Estado, envolve os poderes e MP maranhenses, além do @JusticaGovBR [perfil do Ministério da Justiça] p/ ações nos presídios do MA. Essas medidas são similares àquelas encaminhadas nos casos de SP, RJ, SC, AL, PR, por exemplo", disse.

O Maranhão vive uma crise no sistema penitenciário. Somente de janeiro do ano passado até agora 62 presos foram mortos no complexo de Pedrinhas, na periferia de São Luís, capital do Estado.

Numa rebelião de dezembro, por exemplo, três presos foram decapitados. Os próprios presos filmaram a cena de selvageria, em vídeo divulgado pela Folha na última terça-feira.

Fonte: Folha de São Paulo

Veja também