TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sábado, 02 de julho de 2022 Campo Grande/MS
Política

Principais afetados, vereadores temem adiamento precipitado das eleições

Eles até concordam com a mudança de data, mas acreditam que decisão deveria acontecer mais pra frente

22 junho 2020 - 19h00Por Rayani Santa Cruz

Os vereadores Valdir Gomes (PSD) e André Salineiro (Avante) acham precipitadas as decisões sobre adiamento das eleições e definição de datas entre o dia 15 de novembro e 20 de dezembro. Para eles, a escolha da data, pelo Congresso Nacional, poderia ser mais adiante para verificar a situação do país, frente a pandemia do novo coronavírus.

“Acho que deveriam avaliar essa data por conta da curva do vírus no Brasil. As pessoas não terão segurança de ir votar, se a pandemia estiver em alta. É um risco para a segurança das pessoas. Penso que o primeiro turno deveria ser no dia 1° de dezembro e o segundo, se tiver, no dia 20 de dezembro”, disse Valdir Gomes.

Gomes explicou que, obviamente, irá aceitar quaisquer datas decididas no Congresso Nacional, mas expressa preocupação com idosos, que são do grupo de risco. "Imagina, os idosos não poderão frequentar reuniões, eles não têm muito acesso à tecnologia de celular e não poderão sair de casa também para votar, para preservar a vida, caso a pandemia esteja em alta".

O vereador Salineiro acredita que seria adequado aguardar mais uns dias para definição. “Creio que mais adequado seria esperar o fim desse mês de junho para definir a necessidade ou não do adiamento, mas isso caberá ao Congresso. Qualquer decisão agora seria precipitada”, concluiu.