ENTREGAS
Solurbe - corrida do meio ambiente 18/04 a 08/05
(67) 99826-0686
ENTREGAS

Em debate da Fiems, Marquinhos promete agilizar crescimento industrial em Campo Grande

Candidato pontuou principais questões de sua campanha para incentivar crescimento da economia

19 SET 2016
Amanda Amaral e Airton Raes
19h37min
Foto: André de Abreu

Em mais um debate com a presença dos candidatos a prefeitura de Campo Grande, desta vez organizado pela Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul), Maquinhos Trad (PSD) apresentou os principais compromissos de sua campanha em relação ao setor industrial da Capital. No auditório do Edifício Casa da Indústria, o candidato lembrou que um dos pontos defendidos por ele é deixar a burocracia a licenças e alvarás mais ágeis. Além disso, disse se preocupar com a parte social dos empregados de indústrias e a questão ambiental.

A Fiems iniciou nesta segunda-feira (19) o evento “Encontro com a Indústria – Compromisso com o Desenvolvimento”, que reúne os candidatos a prefeito de Campo Grande para apresentar as demandas do setor industrial, bem como ouvir as propostas deles para a indústria na eventualidade de serem eleitos.

Primeiro a falar no debate que tem a presença dos candidatos Rose Modesto (PSDB) e Alcides Bernal (PP), Marquinhos defendeu a revisão do Prodes (Programa de Desenvolvimento Econômico e Social de Campo Grande), para que mais empresas sejam implantadas no município, com metas e regras bem definidas.

“Isso se dará através do Conselho de Desenvolvimento Econômico, com participação do governo, indústria e empregados, sendo que o prefeito terá que obedecer a esse conselho. Queremos propor uma ação mais objetiva da Fiems dentro do Prods”, disse.

 ?No palco, o candidato também disse que a má relação entre os vereadores e a prefeitura impede melhorias em Campo Grande. “Um dos principais problemas que atravancam o crescimento econômico é a guerra entre o executivo e o legislativo”, citou. Ele disse que vai focar na ‘paz’ com a Câmara, que, segundo ele, tem custado caro para a economia.

O candidato do PSD disse que quer levar creches ao pólo industrial e salientou que o que não foi feito até hoje é culpa direta de quem já comandou ou comanda a prefeitura, inclusive seu irmão Nelsinho Trad (PTB). “Nelsinho é Nelsinho e Marquinhos é Marquinhos”, salientou.

Presidente da Fiems, Sérgio Longen propôs ao candidato que houvesse compensação de empresas fizessem reciclagem e recolhimento de resíduos, em troca de incentivo de IPTU (Imposto Sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana), sugestão que Marquinhos foi contra. “Mas é algo que precisa ser estudado”, disse o político em relação aos resíduos recicláveis.

Por fim, Marquinhos disse que vai focar na qualidade de vida das pessoas, impedindo a atividade de indústrias em bairros residenciais.

Veja também