(67) 99826-0686

Em sessão fria, vereadores mantêm veto a projeto que proibia multas de madrugada

Parlamentares também aprovaram dois projetos e derrubaram um veto

6 SET 2016
Airton Raes e Dany Nascimento
13h58min
Foto: Izaias Medeiros

A sessão da Câmara Municipal de Campo Grande desta terça-feira, 06 de setembro, foi fria, com alguns apelos contra o prefeito Alcides Bernal. Sessão começou com três vereadores. Foram votados dois projetos, derrubaram um veto e mantiveram outro.

Com inicio as 9h48, teve a presença inicial dos vereadores Eduardo Cury (SD), José Chadid (PSDB) e Carlão (PSB). Depois chegaram os vereadores Vanderlei cabeludo (PMDB), Edson Shimabukuru (PTB), Paulo Siufi (PMDB), Fávio Cesar (PSDB) e Gilmar da Cruz (PRB). Com o passar da sessão, mais parlamentares foram chegando.

Em única discussão e votação foi mantido o Veto Total do Poder Executivo ao Projeto de Lei n° 7.725/14, que proíbe a aplicação de multas por infração de trânsito por avançar o semáforo com indicação de sinal vermelho entre às 23h e às 5h.

Também em única discussão e votação foi derrubado o Veto Total ao Projeto de Lei n° 8.172/15, que cria ponto especial para táxi em evento público. A proposta segue agora para sanção do prefeito. O vereador Cazuza (PP) foi o única a votar pela manutenção do veto.

Por fim, em primeira discussão e votação foram aprovados dois Projetos. O Projeto de Lei n° 8.217/16, que institui em Campo Grande o Mês Abril Marrom, dedicado a ações de prevenção e combate às diversas formas de cegueira. Também o Projeto de Lei n° 8.250/16, que institui a Semana e o Dia de Conscientização sobre Alienação Parental. 

Veja também