Menu
terça, 24 de novembro de 2020
Política

Estadual do PSDB reforça saída da base de Bernal

Quebra de aliança

22 outubro 2013 - 11h19Por Juliene Katayama

Depois do diretório municipal, agora é a vez da direção estadual homologar o desligamento do partido da administração do prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP). A decisão foi tomada, ontem, depois de uma reunião do presidente regional, deputado estadual Márcio Monteiro (PSDB), e os vereadores tucanos João Rocha e Professora Rose.

Os tucanos cobram mudanças defendidas durante a campanha eleitoral na área da Educação e Saúde. "Defendemos escola em tempo integral, transparência em tempo real das prestações de contas, pronto atendimento a idosos", afirmou Márcio Monteiro.

Para o presidente regional, Bernal já teve tempo suficiente para atender os pedidos do PSDB. "Demos apoio com compromisso dessas práticas. Passaram 10 meses e até hoje não tem nenhum esboço", pontuou Márcio Monteiro.

Indicações - O presidente regional afirmou que as duas nomeações de Bernal são indicações pessoais e não faz parte da cota do partido. "É equívoco dele", ressaltou. José Chadid e Leila Machado assumiram as pastas de Educação e Esporte, respectivamente.

Por não ter sido discutidas as nomeações pelo partido que o PSDB entende que os dois secretários foram infiéis partidários. Chadid já foi expulso na semana passada. O mesmo deve acontecer com Leila assim que seu período de afastamento por 120 dias encerrar.

Leia Também

Está faltando cerveja no mercado: bebida começa a faltar no Brasil
Geral
Está faltando cerveja no mercado: bebida começa a faltar no Brasil
Vendedor diz que guarda municipal faz concurso a “nível macaco” e se dá mal
Polícia
Vendedor diz que guarda municipal faz concurso a “nível macaco” e se dá mal
Senador é suspeito de estuprar jovem depois de festa em São Paulo
Política
Senador é suspeito de estuprar jovem depois de festa em São Paulo
Geraldo Resende alerta para novo aumento de casos da covid em MS
CORONAVÍRUS
Geraldo Resende alerta para novo aumento de casos da covid em MS