Menu
Busca quarta, 27 de maio de 2020
GOV FEMINICIDIO
Política

Evo Morales renuncia ao cargo e pede fim de violência na Bolívia

Exército e polícia pediram a saída dele

10 novembro 2019 - 17h21Por Thiago de Souza

Evo Moraes já não é mais o presidente da Bolívia. Na tarde deste domingo (10), o ex-líder indígena renunciou ao cargo logo após o alto Comando do Exército e até o chefe de polícia pedirem sua saída.

Em pronunciamento feito de Chimboré, na província de Cochabamba, Evo diz que sai para que os opositores parem de cometer violências contra seus apoiadores, segundo trouxe o R7.

A decisão de Evo Morales ocorre vinte dias após a votação que teria lhe garantido o quarto mandato consecutivo à frente do governo boliviano já no primeiro turno, vencendo o opositor e ex-presidente Carlos Mesa.

O resultado das eleições de 20 de outubro foi contestado por grupos sociais e pela oposição, que deflagraram grandes protestos contra e a favor de Morales, inclusive na fronteira com Mato Grosso do Sul.

Leia Também

Deputados decretam estado de calamidade em Brasilândia
Política
Deputados decretam estado de calamidade em Brasilândia
Suplicy canta música do Bob Dylan para deputado de MS em live
Política
Suplicy canta música do Bob Dylan para deputado de MS em live
Com brincadeira, deputado de MS comemora ação da PF que investiga ‘véio da Havan’ e blogueiros
Política
Com brincadeira, deputado de MS comemora ação da PF que investiga ‘véio da Havan’ e blogueiros
ALERTA: maior parte dos infectados pela covid-19 em MS tem de 30 a 39 anos
Cidades
ALERTA: maior parte dos infectados pela covid-19 em MS tem de 30 a 39 anos