Menu
Busca sexta, 18 de outubro de 2019
Top Ms
Política

Ex-prefeito de MS é comissionado do Senador que mais emprega no Congresso Nacional

Rivalmir Fonseca foi prefeito da cidade de Itaporã; ele recebe quase R$ 9 mil mensais

24 junho 2019 - 15h00Por Celso Bejarano, de Brasília

Ex-prefeito da cidade de Itaporã (cidade distante 234 quilômetros de Campo Grande), Rivalmir Fonseca de Souza, também ex-presidente da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul) no período de 1987 a 1989, virou parte de reportagem do UOL nesta segunda-feira (24), que destacou o senador Izalci Lucas (PSDB-DF) como o parlamentar do Senado que mais emprega assessores, 85 ao todo.

Da bancada de Mato Grosso do Sul, o senador Nelsinho Trad (PSD) é o que mais dá emprego a assessores, 58 pessoas. Dinheiro público quita os salários dos comissionado dos parlamentares, que varia de R$ 3 mil a R$ 20 mil.

Fonseca de Souza, o ex-prefeito de Itaporã, é dono de cargo de confiança no gabinete do senador e recebe em torno de R$ 9 mil mensais. Por seis anos ele administrou a cidade de Itaporã, conhecida como a cidade do Peixe.

O ex-prefeito tentou no ano passado fazer a transferência de domicílio eleitoral, mas a Justiça Eleitoral  do Distrito Federal negou o pedido. Ele ingressou com recurso, mas a apelação foi rejeitada. De acordo com a corte eleitoral, “é

Foto: Reprodução/Facebook

incabível a transferência de inscrição eleitoral se o pedido foi realizado antes do lapso temporal mínimo de um ano da última alteração de domicílio”.

A decisão frustrou as intenções de Rivalmir Fonseca, que pretendia candidatar-se deputado distrital no Distrito Federal.

Rivalmir é irmão de Ronaldo Fonseca de Souza, que mora em Brasília e ocupou cargo de ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência na gestão de Michel Temer.