Tribunal de Contas
(67) 99826-0686
Camara - marco

"Fundo para gratuidade sairá este ano", afirma secretária

Tarifa de ônibus

25 NOV 2013
Juliene Katayama
13h04min
Foto: Geovanni Gomes

A diretora-presidente da Agência de Regulação dos Serviços Delegados de Campo Grande (Agereg), Ritva Cecília Vieira, garantiu que o fundo destinado para a gratuidade será criado ainda este ano. Atualmente, é oferecido gratuidade a 1,8 milhão de usuários. Com a compensação do benefício a tarifa de ônibus será reduzida ainda mais.

O projeto do fundo está sendo feito pela Agência Municipal de Trânsito (Agetran) e a Agereg. A criação do fundo já foi inserido na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

Segundo Ritva, a gratuidade não será cortada. A secretária estima que na pior das hipóteses, a prefeitura conseguirá pagar 50% pelo benefício oferecido. Atualmente, toda a gratuidade é bancada pelos usuários, daí a tarifa ser uma das mais caras do País.

Na manhã desta segunda-feira (25), foram entregues 84 ônibus, sendo nove sanfonado para repor a frota da Viação Floresta - empresa terceirizada que forneceu veículos para o consórcio Guaicurus. Foram investidos R$ 25 milhões. "Eu exigi a renovação da frota conforme regulamenta o contrato", afirmou o prefeito Alcides Bernal (PP). Segundo o prefeito, o tempo médio de uso dos ônibus é de quatro anos.

Ainda faz parte do projeto do transporte pública a criação de faixas exclusivas para ônibus. Um estudo já está sendo desenvolvido para algumas regiões. "Não será todo lugar que terá faixa exclusiva. Ainda estamos vendo isso", afirmou.

O prefeito também anunciou a construção do quinto terminal de ônibus. Quatro já haviam sido anunciados. "Serão construídos terminais no Cafezais, região do São Francisco, Parati, Tiradentes e agora final da Mato Grosso", explicou Bernal.

Veja também