TJMS JANEIRO
Menu
domingo, 23 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Política

Genro de Olarte faz manobra e foge da imprensa ao chegar no Gaeco

09 setembro 2015 - 11h52Por Dany Nascimento e Rodson Willyams

Convocado para prestar depoimento na Operação Coffee Break do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), o genro do prefeito afastado, Gilmar Olarte (PP por liminar), Daniel Elias Daige não entrou pelo portão autorizado da sede e conseguiu evitar o contato com a imprensa, que aguardava os convocados na manhã de hoje (9), na frente da sede.

De acordo com a assessoria do Gaeco, Daniel utilizou uma entrada que não estava autorizada, chegou por volta das 9h40, acompanhado do advogado Jail Azambuja, prestou depoimento e deixou o local sem ser notado.

A ordem de depoimentos foi invertida pelo Gaeco, já que o genro de Olarte chegou primeiro ao local. O horário para o depoimento de Daniel estava agendado para às 10h30, porém, foi realizado às 9h40.

O pecuarista Luiz Pedro que também foi convocado para prestar depoimento continua dentro da sede, sendo ouvido pelo coordenador do Gaeco, Marcos Alex Vera de Oliveira.

Operação Coffee Break

É o resultado de duas operações realizadas, uma do próprio Gaeco que investigou o prefeito afastado Gilmar Olarte, do PP, em 2014, em que o apontou como principal articulador em esquema estelionatário e investigado por crimes de corrupção passiva, continuidade delitiva e lavagem de dinheiro. O objeto serviu de base para abertura da Comissão Processante na Câmara.