(67) 99826-0686

Governador apresenta investimentos em segurança pública

Segurança

6 MAR 2014
Marcelo Villalba
15h17min
Evento marca o aumento do efetivo de segurança para o Estado. Foto: Geovanni Gomes

Foram entregues na manha desta quinta-feira (27) as viaturas que fazem parte do efetivo que monitora as cidades fronteiriças do Estado, ao todo nesta segunda etapa serão 78 novas viaturas para as polícias civil, militar e militar rodoviária de 22 municípios de Mato Grosso do Sul.

O ato solene, realizado no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo, em Campo Grande, contou com a presença da secretária nacional de Segurança Pública, Regina Miki, o governador André Puccinelli e o secretário Estadual de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini. Além dos prefeitos das cidade e os comandantes das unidades representativas da polícias.

Ao todo são R$ 20 milhões em investimentos, em veículos, armas, sendo 1.081 pistolas e 90 submetralhadoras, 178 computadores, mobiliários, sistema radiográfico computadorizado e equipamentos que contemplam 22 dos 44 municípios sul-mato-grossenses que fazem fronteira com a Bolívia e o Paraguai, beneficiando mais de 1 milhão de habitantes.

Para o Diretor Geral da Polícia Civil Jorge Razanauskas, esse é um momento de alegria, já que todas as unidades do estado estão sendo beneficiadas com esse investimento. "Ao menos uma viatura esta sendo entregue para os municípios na faixa de fronteira", comenta. Dos 78 veículos 18 vão para o comando da polícia civil, são viaturas de pequeno porte, do modelo Fiat Siena. Segundo Jorge, a partir de agora as coisas começam a melhorar, pois até o fim deste mês vão integrar a corporação 53 novos delegados. E outros investigadores e papiloscopistas estão previsto para entrar, oriundos do último concurso público realizado. "Vou negociar com o governador para que sejam convocados todos", explica.

O coronel Tenente Davi, disse que essas novas frotas que foram entregues, substituirá o efetivo que possui falhas, passando assim ao um total de 50 viaturas para a PM. Já o diretor do Departamento de Operações da Fronteira (DOF), essa frota vai somar no combate a criminalidade. Conforme informou o DOF é referencia em polícia no Brasil. A corporação aprende cerca de 30% da maconha do país. "São entorno de 120 a 130 toneladas por ano", comenta.

Os equipamentos foram adquiridos com recursos do Ministério da Justiça através da etapa II do programa Estratégia Nacional de Fronteiras – Enafron, da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) e também do Governo do Estado, via Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública.

Presídios

 

O governador aproveitou a presença da secretária Regina Miki, para intermediar recursos federais que permitam aumentar o número de vagas em presídios do Estado. Três novas unidades prisionais estão sendo construídas, o que ampliará em 1.613 a quantidade de vagas.

“Temos 12 mil presos no Estado e quatro mil vagas. Com essas 2,5 mil vagas, faltarão apenas quatro mil para o ideal. Existem muitos presos federais em nosso Estado, poderíamos resolver isso com o Governo Federal, com a remessa de recursos que permitam aumentar o número de vagas, permitindo que se chegue a 12 mil, ou que construam mais presídios federais aqui”, enfatizou o governador.

Veja também