Menu
Busca sexta, 03 de julho de 2020
ALMS
Política

Grupo de hackers divulga dados pessoais de Bolsonaro, filhos e aliados

Eles vazaram supostos dados como endereços e telefones pessoais e de vários contatos de familiares e outros

02 junho 2020 - 10h02Por Dany Nascimento

Supostos dados pessoais do presidente Jair Bolsonaro, seus filhos, ministros, empresários e políticos bolsonaristas foram vazados pelo grupo de hackers Anonymous Brasil, riminosamente, no Twitter.

Segundo o G1, o grupo Anonymous é um coletivo de hackers que atacam sites. Podem invadir e divulgar criminosamente arquivos na internet.

Eles vazaram supostos dados como endereços e telefones pessoais e de vários contatos de familiares e outros, além de informações sobre suposto patrimônio dos atingidos.

A postagem ficou por algumas horas no ar e foi apagada.. O Twitter também baniu o perfil do Anonymous Brasil, por violar as regras da empresa.

Entre as vitimas, estão o presidente, seus filhos (o senador Flávio Bolsonaro, o deputado federal Eduardo Bolsonaro e o vereador Carlos Bolsonaro); os ministros da Educação, Abraham Weintraub, a ministra da Mulher e Direitos Humanos, Damares Alves, o deputado estadual Douglas Garcia (PSL-SP) e o empresário Luciano Hang, apoiador do governo.

Douglas Garcia confirmou o vazamento de seus dados e acusou a ação criminosa dos hackers, em rede social. Ele disse que registrará boletim de ocorrência policial sobre a invasão.

Carlos Bolsonaro confirmou o vazamento de seu dados. Ele acusou, numa rede social, "a turma pró- democracia" pelo vazamento, sem apresentar provas.

Procurados, o Palácio do Planalto e o Ministério da Justiça ainda não se manifestaram.

 

Leia Também

Médico preso por esfregar pênis em garota no Stª Mônica já atacou jovem no Coophavilla
Cidade Morena
Médico preso por esfregar pênis em garota no Stª Mônica já atacou jovem no Coophavilla
Apesar do decreto de Bolsonaro, uso de máscara ainda é obrigatório em igrejas e comércio da Capital
Cidade Morena
Apesar do decreto de Bolsonaro, uso de máscara ainda é obrigatório em igrejas e comércio da Capital
Com mala de drogas, mulher é detida durante viagem na MS-164
Polícia
Com mala de drogas, mulher é detida durante viagem na MS-164
Bolsonaro aguarda que Senado aprove CNH por dez anos
Política
Bolsonaro aguarda que Senado aprove CNH por dez anos