(67) 99826-0686

Jamal afirma que prefere continuar independente

Em cima do muro

22 JAN 2014
Lucas Arruda
11h00min
Foto: Geovanni Gomes

No fim de dezembro, após ter saído anúncio de que o vereador Dr. Jamal (PR) iria para a base aliada do prefeito Alcides Bernal (PP) na Câmara Municipal. No entanto, o vereador nunca confirmou a adesão, mesmo com o vereador Paulo Pedra (PDT) ter afirmado esta semana que ele seria novo integrante da base do prefeito.

Jamal, que ainda está viajando, afirmou ser independente, não fazendo parte nem da base aliada nem da oposição do prefeito. "Eu sou independente, o partido é democrático, a única orientação que recebi é que podíamos seguir o caminho que acreditássemos ser o melhor para Campo Grande, sendo da base ou da oposição", declarou.

Já a vereadora Grazielle Machado, que também pertence a sigla, rebate dizendo que o partido é de oposição. "Esta é a versão dele, o presidente regional do partido, o deputado estadual Londres Machado, passou para nós que não devemos ir para a base aliada", ressalta.

Mesmo com a polêmica, Jamal frisa que pretende continuar neutro. "Sendo da base você tem que aceitar tudo, sendo independente não, você pode condenar alguma ação que achar errada e criticar também. Nunca fui da base aliada das outras gestões enquanto vereador, acredito que não será agora que irei ser. Quando eu voltar para Campo Grande, no início de fevereiro irei analisar o convite, daí me pronunciarei a respeito", argumenta.

Segundo Grazielle o partido só se pronunciará sobre o assunto quando Jamal definir o seu lado.

Base aliada - Hoje o prefeito Alcides Bernal possui oito aliados na Câmara Municipal, são eles:   Marcos Alex (PT) Zeca (PT), Cazuza (PP), Luiza Ribeiro (PR), Ayrton Araujo (PT), Gilmar da Cruz (PRD), Paulo Pedra (PDT) e Edson Shimabukuro (PTB).

A oposição tentará retomar o julgamento de cassação do prefeito que foi encerrado no dia 26 de dezembro por uma liminar concedida pelo Tribunal de Justiça. Para manter seu mandato, Bernal precisa de pelo menos dez votos, por isso a necessidade de Jamal em sua base aliada, além de mais um vereador.

Veja também