GOV AGEMS
Menu
quarta, 08 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
CAMARA - vacinaçao
Política

Juiz Moro exigiu pedido de desculpas da Andrade Gutierrez

11 maio 2016 - 07h49Por Uol

Não foi por livre e espontânea vontade que o grupo Andrade Gutierrez veiculou um anúncio com pedido de desculpas nos maiores jornais do país nesta segunda-feira (9) pelo seu envolvimento em corrupção em negócios públicos. A publicação foi uma exigência do juiz Sergio Moro para homologar o acordo de leniência, espécie de delação premiada para empresas.

O juiz escreveu em despacho no último dia 3 que "a homologação do acordo de leniência exige o reconhecimento público da empresa nas mesmas circunstâncias" que um anúncio publicado pela Andrade em junho do ano passado criticando a Operação Lava Jato.

Entre outras acusações, a empresa dizia que as prisões de seus executivos "foram desnecessárias e ilegais" e que não havia provas de que participara de um cartel na Petrobras.

A Andrade concordou com a exigência de Moro no mesmo dia. Dois dias depois, na quinta (5), o acordo foi homologado pelo juiz.

Segunda maior empreiteira do país, a Andrade Gutierrez confessou o pagamento de suborno em contratos com a Petrobras, em obras de dois estádios da Copa (Maracanã e Arena da Amazônia), na usina nuclear Angra 3, em Belo Monte e na ferrovia Norte-Sul. Os procuradores acusam a empresa de ter pago R$ 243,2 milhões em propina.