(67) 99826-0686
Camara Maio

Liminar suspende sessão que cassaria mandato de Bernal

Suspensa

26 DEZ 2013
Ana Rita Chagas e Lucas Arruda
08h30min
Foto: Geovanni Gomes

Em função de uma liminar expedida pelo desembargador do TJ/MS ( Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), João Batista da Costa Marques, a sessão extraordinária que poderia cassar o mandato do prefeito Alcides Bernal (PP) prevista para acontecer na manhã desta quinta-feira (26) foi suspensa.


O plenário da Casa de Leis ficou tumultuado, após o presidente do Legislativo Municipal, Mario Cesar (PMDB) encerrar os trabalhos. Desde a 6h30 cerca de 500 manifestantes já ocupavam o prédio da Câmara Municipal.  Neste momento os vereadores estão reunidos para analisarem o conteúdo da limiar que foi apresentada pelo advogado do prefeito Jesus Sobrinho.


Para o líder do prefeito na Câmara, Marcos Alex (PT), a decisão da justiça fez valer a vontade popular. " Não tem como votar pela cassação tão rapidamente. Eles estavam trabalhando de forma controvérsia", disse.Já Zeca do PT disse que o único crime que Bernal pode ter cometido foi o de ter ganho a eleição honestamente. "Eles querem entregar a cabeça de Bernal ao ditador. Foi uma estratégica terem feito isso tão rápido", afirmou Zeca.

Efeito 

Veja também