Menu
Busca sábado, 06 de junho de 2020
Camara - corona
Política

Lula diz não falar de eleição porque já foi multado, mas cita Dilma

Eleição

02 novembro 2013 - 10h00Por Valor Econômico

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva evitou falar das eleições presidenciais nesta sexta-feira (1°), durante o encerramento da 2ª edição do Fórum Mundial de Desenvolvimento Econômico Local, em Foz do Iguaçu (PR). Lula restringiu a rápida entrevista a jornalistas aos assuntos do evento.

O ex-presidente disse evitar comentar a corrida ao Palácio do Planalto e aos governos estaduais porque a Justiça Eleitoral o multou em razão de eventos caracterizados como campanha eleitoral antecipada. Mas citou suas preferências.
"Eu não posso falar em eleição porque eu já fui multado quatro vezes. Eu já tenho uma conta alta para pagar de multa. Eu não quero falar de eleição, porque senão eu não vou ter dinheiro  para ajudar na campanha da Dilma e da Gleisi (Hoffmann, ministra da Casa Civil)", disse. Gleisi é pré-candidata do PT ao governo do Paraná.

O fórum recebeu o público recorde de 4.267 pessoas de 68 países - principalmente da América Latina. A primeira edição ocorreu em Sevilha, na Espanha, em 2011. O próximo encontro será em Turim, na Itália, em 2015. O principal objetivo do evento "é facilitar o diálogo e o intercâmbio entre atores locais, nacionais e internacionais sobre a eficácia e o impacto do desenvolvimento econômico local perante os grandes desafios da nossa época, a partir das práticas existentes", descreve o site do fórum.

  

Leia Também

CURADOS do coronavírus passam dos 1.000 em MS
Saúde
CURADOS do coronavírus passam dos 1.000 em MS
Bêbado, motorista dirige caminhão em zigue e zague na rodovia e acaba preso em MS
Interior
Bêbado, motorista dirige caminhão em zigue e zague na rodovia e acaba preso em MS
PRF apreende madeira com documentação ambiental irregular em MS
Polícia
PRF apreende madeira com documentação ambiental irregular em MS
Oito dias separam as mortes de Floyd e Miguel, porém algo mais aconteceu
Geral
Oito dias separam as mortes de Floyd e Miguel, porém algo mais aconteceu