(67) 99826-0686
PMCG - Prestação de contas

Mara Caseiro defende reforma agrária para os índios em MS

Terras índígenas

15 DEZ 2013
Carlos Guessy
13h49min
Foto: Wagner Guimarães/ALMS

A deputada estadual Mara Caseiro (PT do B) afirmou que a melhor alternativa para os povos indígenas é fazer uma reforma agrária, assim como já é proposto ao MST (Movimento Sem Terra) e Fetagri (Federação dos Trabalhadores de Agricultura).

“Não podemos mais isolar os nossos índios e tratá-los de forma diferente, é preciso se estabelecer um política de terras, com lotes definidos e condições para que eles possam produzir”.

Mara Caseiro afirma que é preciso pensar na evolução da comunidade indígena para que eles não fiquem apenas dependentes de programas sociais do poder público.

“Pode existir até uma cooperação da sociedade civil, como a Famasul e outras entidades, mas não se pode continuar tratando as questões das terras indígenas sem uma política adequada”.

 A espera do Fepati

O Fepati é uma lei de autoria do deputado Laerte Tetila, líder petista na ALMS, e abraçado pelos outros 23 deputados estaduais. O fundo tem por finalidade permitir ao Governo do Estado captar recursos financeiros para a compra de terras da União consideradas indígenas.

A classe política de MS espera que nesta semana as resoluções do governo federal comecem a entrar em prática no Estado.

Segundo o governador André Puccinelli (PMDB) após as adequações do Fepati, todas as condições estão propícias para o início das aquisições das terras em conflito em Mato Grosso do Sul.

Veja também