TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sábado, 02 de julho de 2022 Campo Grande/MS
Política

'Caso Dácio' obriga prefeitura a estudar auditoria para apurar trabalho de comissionados

Prefeito disse que quer escutar o outro lado antes de tomar medidas

22 fevereiro 2017 - 16h12Por Airton Raes
'Caso Dácio' obriga prefeitura a estudar auditoria para apurar trabalho de comissionados

O prefeito de Campo Grande, Marcos Marcello Trad (PSD), afirmou que irá realizar uma auditoria para apurar o caso do coordenador do Centro de Múltiplo Uso “Picolé”, da Secretaria Municipal de Assistência Social, Dácio Corrêa, flagrado embarcando ao Rio de Janeiro em pleno horário de expediente. “Liguei para ele e me informou que já está retornando para Campo Grande no primeiro voo”, disse.

Marquinhos explicou que se não fosse o alarde da imprensa, o caso poderia ter passado no anonimato. “Se ele tivesse me dito que retornava só na sexta, já estaria demitido no diário de hoje. Mas ontem mesmo conseguiu primeiro horário de voo. Achei de boa cautela ouvi-lo para tomar uma decisão”, disse o prefeito.

Marcos Marcello Trad também afirmou que irá realiza sindicância para apurar a responsabilidade pela prefeitura ter divulgado nota oficial de que Dácio Corrêa estaria em Campo Grande.

“Não li a nota. Foi um dia tumultuado. Se a assessoria da prefeitura ratificou que ele estaria em Campo Grande, vamos apurar o que aconteceu. Avalizaram uma mentira”, disse.