Menu
Busca domingo, 05 de julho de 2020
ALMS
Política

“Melhor tomar leite do que tomar pinga”, diz Ovando sobre nova polêmica com Bolsonaro

A declaração veio após o professor David Nemer relacionar a prática de tomar leite de Bolsonaro com extrema direita

30 maio 2020 - 18h10Por Rayani Santa Cruz

O deputado federal Luiz Ovando (PSL) deu risada e classificou como factóide, as publicações do professor David Nemer, da Universidade de Virginia nos EUA, que relaciona o “Desafio do Leite”, do presidente Jair Bolsonaro, com atos de supremacistas brancos norte-americanos. 

“[Risos] o pessoal da oposição cria tanto factóide, e esse tipo de falácia chega a ser engraçado, viu. Não existe isso, a única coisa que o presidente está fazendo é dar um apoio aos produtores. Principalmente os pequenos que dependem das cooperativas para escoar a sua produção frente as grandes empresas”, explicou o deputado.

A polêmica começou, após o docente David Nemer afirmar que o ato de tomar leite em lives significa um cumprimento aos grupos de extrema direita. “O extremismo do Bolsonarismo é tão tosco que eles apropriam tudo da Alt Right (extremistas brancos americanos) e com atraso- já que isso começou nos EUA em 2017. Nacionalistas brancos fazem manifestações bebendo leite para chamar a atenção para um traço genético conhecido por ser mais comum em pessoas brancas do que em outros - a capacidade de digerir lactose quando adultos”, publicou no Twitter.

(Reprodução Twitter)

Questionado sobre a possível mensagem subliminar, o deputado bolsonarista voltou afirmar que o fato é mentiroso, e fez menção ao ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva.

“O presidente Bolsonaro está incentivando o consumo e produtores. Todo mundo usa leite neste país. E é muito melhor tomar leite do que tomar pinga”, finalizou. 

(Reprodução Redes Sociais)

Leia Também

Após Pioneiros, é a vez da Filinto Müller ser recapeada em Campo Grande
Cidade Morena
Após Pioneiros, é a vez da Filinto Müller ser recapeada em Campo Grande
COVID-19: Brasil tem mais 37 mil casos e registra 1.091 novas mortes
Saúde
COVID-19: Brasil tem mais 37 mil casos e registra 1.091 novas mortes
Prefeitura confirma 3ª morte por Covid em Paranaíba
Saúde
Prefeitura confirma 3ª morte por Covid em Paranaíba
Deputado detona ação contra cloroquina: 'querem matar autorizado pelo Supremo'
Política
Deputado detona ação contra cloroquina: 'querem matar autorizado pelo Supremo'