Menu
segunda, 28 de setembro de 2020
Política

Ministério Público investiga chefe da Sanesul por suposta ‘perseguição a servidores’

Denúncia diz ainda que gerente do RH não estaria cumprindo expediente e, ainda assim, recebendo salário completo

17 junho 2019 - 07h00Por Celso Bejarano, de Brasília

A 31ª Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social de Campo Grande instaurou o que chama de Notícia de Fato (01.2019.00003561-9), primeiro passo da investigação do MP-MS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul), contra a gerente de administração de pessoas da Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul). Empregados da empresa denunciaram a gerente, que é advogada, por suposta perseguição de servidores e que ela não estaria cumprindo jornada de trabalho e, nem por isso, seu salário tem sido reduzido.

A Sanesul informou que acompanha o caso e colabora com o MP.

“Se observar atentamente o relatório juntado, exceção são os dias que a empregada cumpria ao menos 7h diárias. Seu contrato de trabalho, assim como de todos os empregados da Sanesul, prevê cumprimento de oito horas de carga-horária dia. Mas isso, ao que parece não era de conhecimento da gerente de recursos humanos e de seu superior”, diz trecho da Notícia de Fato, a qual o TopMídiaNews teve acesso.

“Na verdade excelência [Humberto Lapa Ferri, promotor de Justiça, que conduz o procedimento] o controle gerado pela catraca servia apenas para perseguir funcionários, controlar a jornada alheia e ameaçar descontos salariais dos outros empregados, porque se solicitado seu holerite dos últimos 24 meses [disponível no portal da transparência] não se observará o desconto de nenhum centavo das centenas de horas não trabalhadas”, segue a denúncia.

Pelo que consta na ferramenta de investigação, a gerente em questão anotava atrasos ou falta dos servidores, não a dela. Note a denúncia:

“... todo mês de março, [a empresa] paga aos seus funcionários uma produtividade caso se alcance as metas estabelecidas e haja assiduidade do empregado. Vários e vários empregados tiveram descontos nos últimos anos pela apresentação de atestados, agora pergunto: a senhora teve algum desconto? Teve alguma advertência pelo descumprimento do horário? Não. Porque ela tem o controle absoluto do sistema e sua gestora obedece a todos os seus comandos”.

“Promotor, essa denúncia foi comemorada e comentada por todos [servidores] por todo o estado de Mato Grosso do Sul, pois os empregado não aguentam mais os desmandos dessa gerente. Só a defende aqueles que de alguma forma dependem dela. De resto, estão todos torcendo para que a Justiça seja feita”, conclui os denunciantes, que assinam o documento como “empregados da Sanesul”.

Ainda de acordo com a denúncia, o controle de entrada e saída dos empregados da Sanesul, em Campo Grande, é feito por meio de leituras de catracas instaladas em todos os pontos de entradas na empresa, que hoje atua em 68 dos 79 municípios de MS.

Pela Notícia de Fato, o promotor enviou um documento a Sanesul e pediu para que a gerente compareça a 31ª Promotoria em “dia e hora” a ser estabelecido por ela mesma.

Em agosto de 2015, a gerente recebeu um prêmio, em São Paulo, por ser reconhecida como chefiar um dos "RHs mais admirados do Brasil".

O QUE DIZ A SANESUL

A Sanesul, por meio de sua assessoria de imprensa, em nota informou que a empresa "está acompanhando e prestando todas as informações para o Ministério Público sobre a Noticia de Fato em questão".

A assessoria informou ainda que "a denúncia (anônima) não abarca a realidade dos fatos".

A Sanesul está, como sempre, buscando melhorar seus controles para atender à sua missão institucional, acrescentou o comunicado da assessoria.

Material editado para acréscimo de informaões às 9h29 minutos (horário de Brasília)

 

 

Leia Também

Deputado de MS adora criticar prefeitos, mas gasta com bacalhau e dá gorjeta com dinheiro do povo
Interior
Deputado de MS adora criticar prefeitos, mas gasta com bacalhau e dá gorjeta com dinheiro do povo
Brasil registra mais 335 mortes ligadas à covid-19
CORONAVÍRUS
Brasil registra mais 335 mortes ligadas à covid-19
Setembro Amarelo: MS conta com ações de divulgação do CVV e apoio para famílias em luto
Saúde
Setembro Amarelo: MS conta com ações de divulgação do CVV e apoio para famílias em luto
Criança cai no rio e desaparece na Barra do São Lourenço em Corumbá
Interior
Criança cai no rio e desaparece na Barra do São Lourenço em Corumbá